Notícias

VENDAS DE AÇOS PLANOS RECUARAM 9,8% EM FEVEREIRO, O PIOR VOLUME PARA O MÊS DESDE 2006 Diário do Comércio 23/03/2017

As vendas de aços planos no mercado brasileiro em fevereiro atingiram o pior volume para o mês desde 2006. No período, a comercialização de chapas grossas, laminados a quente, chapas zincadas, chapas eletrogalvanizadas, chapas pré-pintadas e galvalume pela rede de distribuição do Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda) somou 215,5 mil toneladas e também…

IMPORTAÇÕES DE AÇO CHINÊS CRESCEM 35% NA AMÉRICA LATINA EFE 07/03/2017

Os países da América Latina importaram da China 822 mil toneladas de aço em janeiro de 2017, o que representa um aumento de 35% em comparação com o primeiro mês do ano passado, segundo um relatório da Associação Latino-Americana do Aço (Alacero) divulgado nesta segunda-feira em Santiago, no Chile.As 822 mil toneladas de aço exportadas…

IMPORTAÇÃO VOLTA A AMEAÇAR SIDERURGIA NACIONAL Valor Econômico 21/02/2017

A valorização do aço no mercado internacional, impulsionada pela escalada das matérias-primas, ainda é insuficiente para ajudar a siderurgia nacional a promover novos reajustes. Mas o fortalecimento do real traz de volta a ameaça da importação. A bobina a quente chinesa registra alta de 12% em 2017, enquanto nos EUA há avanço de 4%. Contudo,…

CARRO DO BRASIL CRUZA FRONTEIRAS E AMENIZA RETRAÇÃO NAS VENDAS Valor Econômico 10/02/2017

Recentemente exportadores de veículos passaram por uma situação embaraçosa enquanto negociavam novos contratos. O Equador demonstrou interesse pelos carros desde que, em troca, o Brasil comprasse suas bananas. A ideia provocou uma reação tão negativa dos produtores da fruta brasileiros que sequer chegou a ser discutida pelas autoridades do comércio exterior. Na busca por novos…

“FOME” DE COMMODITIES FAZ CHINA AUMENTAR EM 74,3% COMPRA DE PRODUTOS BRASILEIROS EM JANEIRO Comex do Brasil 06/02/2017

Principal parceiro comercial do Brasil, a China começou o ano de 2017 com um forte aumento de 74,3% nas importações de produtos brasileiros no mês de janeiro, consolidando-se ainda mais como o destino número um dos produtos embarcados pelo Brasil para o exterior. O segundo país de destino das vendas externas brasileiras, os Estados Unidos,…

CSN, GERDAU E USIMINAS AINDA TERÃO DIFICULDADES EM 2017, DIZ MOODYS Valor Econômico, 19/01/2017

As três principais siderúrgicas brasileiras — CSN, Gerdau e Usiminas — continuarão enfrentando dificuldades em 2017, refletindo ainda o baixo nível de confiança, os gargalos na produção industrial e as fracas expectativas de crescimento econômico. A análise é da agência de classificação de risco Moody’s. “As três principais siderúrgicas brasileiras enfrentam um período prolongado de…