Laminados a Quente

Laminados a Quente

Os laminados a quente são chapas de aço produzidas a temperaturas elevadíssimas entre 700 a 900 graus e que possuem diferentes fins e aplicações dentro da indústria brasileira.

Entre as principais vantagens deste material, se destacam:

  • O uso dos laminados a quente é amplo e bem diversificado;
  • Custos menores em sua produção;
  • Boa resistência à corrosão;
  • Possibilidade de solda;
  • Resistência a pressão.

E, seja na indústria ou na construção civil, são muitos os processos de produção que precisam contar, de alguma forma, com tal produto a fim de ter mais qualidade, durabilidade e rigidez.

Principais aplicações dos laminados a quente

Veja a seguir alguns dos principais meios de uso e aplicação dos laminados a quente e entenda o grande leque de aplicações deste material.

Automotivo

O aço faz parte da composição geral de inúmeros processos dentro do setor automobilístico. Portanto, é importante ressaltar que são algumas de suas características essenciais e marcantes ao processo como, por exemplo, a durabilidade e também a resistência mecânica.

Os laminados a quente integram peças e auxiliam nas etapas da estruturação de um automóvel, sendo parte essencial para uma excelente qualidade do produto final.

Chapas para piso

O uso dos laminados a quente também é visto em chapas que são comumente aplicadas ao piso com o fim de impermeabilizar e garantir a segurança dos passantes, principalmente dentro de indústrias e linhas de produção.

Essas chapas podem vir com relevo, a fim de destacar mais ainda o piso, e devem estar sempre de acordo com as normas regulamentadoras.

Construção Civil

Outra aplicação comum e altamente recorrente dos laminados a quente, bem como do aço de modo geral, é na construção civil. Toda boa estrutura, por mais simples e comum que seja, tem sua base fundamentada no uso desta matéria que oferece, entre outros fatores, rigidez e segurança para a estrutura final do projeto.

Estruturas metálicas que são usadas na construção civil são basicamente feitas deste tipo de material que permite o corte, o dobramento e que também são soldáveis.

Longarinas e rodas

O uso dos laminados a quente na composição de longarinas e rodas é de fundamental importância, graças às suas características de soldabilidade e resistência à fadiga.

Tal composição e uso permite maior durabilidade para essas partes e peças que, integradas ao conjunto, são essenciais para garantir a segurança.

Recipientes de pressão

Você já deve ter visto um botijão de gás, certo? E você sabia que a composição do aço que armazena tal gás é feito de laminado a quente? Mais uma de suas características essenciais e determinantes na hora de aplicar seu uso, os laminados a quente suportam muita pressão servindo como recipientes, portanto, de inúmeros gases.

A estampabilidade deste tipo de aço é impressionante e por isso mesmo ele é utilizado frequentemente no armazenamento de produtos liquefeitos, gases e em compressores pneumáticos, por exemplo.

Tubos

Outra aplicabilidade dos laminados a quente é no uso de tubos pequenos ou grandes em diâmetro. Destaca-se que este tipo de tubo pode ser usado em inúmeras estruturas, desde a fabricação de móveis até mesmo na indústria, seja ela de qual segmento for.

Além disso, na condução de gases e óleo, ou seja, nos gasodutos e oleodutos, este tipo de emprego também se destaca como um dos melhores graças a suas especificações de conformidade e excelente resultado a testes de qualidade interna.

Agora que você já sabe tudo sobre laminados a quente, vamos conversar? A Urifér trabalha com tradição e qualidade e se você quer isso para o seu projeto, aproveite para saber mais informações sobre os laminados a quente. Solicite seu orçamento!