7 problemas na Gestão de Custos que você precisa resolver imediatamente

gestao-de-custos

O sucesso das finanças de uma empresa começa através da sua correta Gestão de Custos. Saber detalhadamente onde estão os gastos, investimentos e de onde vem as receitas e rendimentos é a base que sustenta todo o funcionamento do negócio, principalmente tratando-se da indústria.

Por ser um assunto tão importante é indispensável falar sobre a Gestão de Custos. Podendo colocar tudo a perder, quando não administrada corretamente essa área pode vir a ter graves e piramidais problemas, prejudicando desde a rotina do negócio até o seu lucro.

Confira ao longo deste artigo quais são os problemas mais comuns na Gestão de Custos e saiba como driblá-los de uma vez por todas. Otimize seus processos e deixe de ver o dinheiro escorrendo pelo ralo, devido a falta de planejamento empresarial!

Importância da Gestão de Custos

A Gestão de Custos é essencial dentro de qualquer empreendimento, principalmente para a indústria. A fim de fazer com que a conta bata, ou seja, que as entradas e saídas mantenham-se sempre equilibradas e preferencialmente com saldo positivo, é necessário investir no planejamento e também na execução dessa gestão.

Controlar os custos significa saber exatamente quais estão sendo os gastos, tanto os fixos quanto os variáveis, para que o seu produto seja produzido e distribuído. Administrar tais valores com exatidão possibilitará determinar o melhor preço para negociá-lo no mercado.

7 erros comuns na Gestão de Custos e como resolvê-los

Evitar alguns erros recorrentes na Gestão de Custos é o pontapé inicial para ter sucesso e, principalmente lucro! Por isso, a seguir estão elencados os principais erros. Tenha o cuidado e a certeza de não cometê-los dentro da sua empresa!

1.   Alto índice de reprovação no setor de qualidade

O primeiro erro a citar entre os mais comuns na Gestão de Custos é não atentar para a qualidade do produto que está sendo fabricado. Quando este é barrado, há outro gasto que, na verdade, seria desnecessário se o processo tivesse sido feito corretamente de primeira.

Esse problema faz com que a empresa diminua a sua margem de lucro. Com os gastos em alta, fica difícil equilibrar e fechar o balanço e, consequentemente, a empresa deixa de ganhar.

2.   Contar com o dinheiro que ainda não está no caixa

Outro erro comum na Gestão de Custos – e também na Gestão Financeira – é contar com o dinheiro que ainda não está no caixa ou na conta da empresa. Os recebimentos futuros não devem ser contabilizados, pois nunca se sabe se eles realmente estarão disponíveis no momento da necessidade, como um investimento, por exemplo.

Muitas empresas pecam porque fazem planos de comprar matéria-prima com o dinheiro que ainda não receberam. Um atraso nos boletos e toda a produção têm problemas também.

3.   Descontrole nos Custos para atender ao cliente

Quanto você gasta, em média, com cada cliente? Principalmente nas empresas em que os vendedores e representantes precisam viajar para fazer visitas, é indispensável ter o controle detalhado destes gastos, pois eles devem ser abatidos do valor de venda do produto.

Por isso, se sua empresa ainda não possui um estudo detalhado a cerca dos Custos com o atendimento ao cliente, é hora de se atentar a esse tópico. Pode ser que o descontrole na Gestão dos Custos do seu negócio esteja justamente aí.

4.   Falta de atenção na Gestão de Compras

Pesquisar antes de comprar matéria-prima é uma necessidade básica para manter-se sempre com valores competitivos no mercado. Cada material deve ser pesquisado levando em conta a relação custo x benefício.

Pesquise a qualidade do produto a ser adquirido, as condições e prazos de pagamento oferecidas pelo fornecedor, entre outros detalhes que também são muito importantes.

1.   Inexatidão dos Custos de Produção

Além de saber quais são os custos com o atendimento ao cliente, é preciso ainda ter plena consciência de quais são os Custos de Produção, ou seja, quanto a sua empresa está gastando para que cada uma das peças seja devidamente produzida.

É preciso ter na ponta do lápis os valores gastos com mão de obra, com energia, maquinário, treinamentos, entre outros. Quanto mais exatos forem esses custos, mais fácil será chegar à conclusão de qual é o total desse custo, uma informação importante para administrar as entradas e saídas da empresa.

2.   Precificação errada

Se sua empresa tem cometido um dos erros anteriores é evidente que aqui também tem errado, afinal a precificação correta só acontece se todos os detalhes anteriores forem cuidados com bastante atenção. Um pequeno deslize e pronto! O preço final da sua mercadoria estará sendo comercializado para mais ou para menos.

Entre os problemas da precificação errada vale destacar que, no caso deste valor estar mais baixo do que o correto, a empresa pode vir a acumular prejuízos. No caso de estar mais alto, a concorrência pode sair na frente por oferecer um valor mais competitivo aos clientes.

3.   Registro desorganizado do lucro final

O último erro comum na Gestão de Custos é manter um registro desorganizado que não permite que a empresa saiba com exatidão quais estão sendo os seus ganhos, perdas e investimentos.

Para ter exatidão, é preciso trabalhar com vários e eficientes relatórios. Esses devem dispor de todas as informações citadas – como Custos com clientes e produção – para que a conclusão seja verdadeiramente o lucro que pode ser verificado na conta e no caixa do negócio.

Bons fornecedores: Você sabia que eles fazem a diferença?

Por fim, para ter uma eficiente Gestão de Custos é importante ainda contar com bons fornecedores. Quanto mais confiáveis eles forem, melhor! Afinal, eles precisam manter-se atentos às necessidades da empresa, dispostos e ágeis para entregar sempre que necessário.

Ter uma cartela de bons fornecedores com que trabalhar significa otimizar seu tempo e principalmente diminuir os seus custos. Com boas parcerias é possível trabalhar estrategicamente melhorando a experiência do seu produto final com o seu cliente!

Quer otimizar sua Gestão de Custos e investir em fornecedores que realmente valem a pena? Aproveite para solicitar a sua cotação de aço sem compromisso com a Urifér. Entraremos em contato e lhe ajudaremos a ter os melhores resultados!

Share:

Deixe uma resposta